SINDPESP
O SINDPESP obteve mais uma vitória! Decisão Inédita do Tribunal de Justiça SP Impede a Usurpação das Funções da Polícia Civil pela Polícia Militar, com parecer favorável do Ministério Público.
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
29/5/2020 - / Por
 

 

O Juiz de Direito da Vara da Infância e Juventude da Comarca de São José do Rio Preto, contrariando manifestação do Ministério Público, manteve decisão que autorizou a Polícia Militar a elaborar Boletim de Ocorrência, envolvendo adolescentes daquela Comarca, encontrados na prática de atos infracionais em situação flagrancial, e enviar o referido documento diretamente ao Juízo da Infância e Juventude dessa Comarca, sem conduzi-los à Polícia Civil, confira o documento.
A mencionada decisão violou a atribuição do Delegado de Polícia de exercer o juízo de valor, quanto à gravidade do ato infracional e sua repercussão social, para decidir se o adolescente será apreendido ou liberado aos pais.
O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo – SINDPESP, na defesa dos direitos e interesses dos Delegados de Polícia paulistas, propôs Pedido de Reconsideração, em caráter de urgência, da questionada decisão, confira o documento.
Ocorre que a 18ª Promotora de Justiça da Comarca de São José do Rio Preto, inconformada com a decisão do Juiz, que autorizou a elaboração de Boletim de Ocorrência de ato infracional pela Polícia Militar, ajuizou Agravo de Instrumento, com pedido de liminar de efeito suspensivo, confira o documento.
O pedido de liminar de efeito suspensivo teve como objetivo a revogação da decisão impugnada, determinando o cumprimento do art. 172, do Estatuto da Criança e do Adolescente, isto é, o encaminhamento, pela Polícia Militar, dos adolescentes apreendidos em razão da prática de ato infracional à Delegacia de Polícia Civil.
No referido Agravo de Instrumento, a ilustre representante do Ministério Público aduz que a decisão do Magistrado da Comarca de São José do Rio Preto invadiu as atribuições constitucionais dos Delegados de Polícia.
O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em decisão inédita, deferiu o pedido de liminar de efeito suspensivo formulado no referido Agravo de Instrumento.
A Desembargadora Relatora Dra. Lídia Conceição, em brilhante decisão, afirmou:
“A leitura dos artigos supracitados, paralelamente ao art. 144 da Constituição Federal, evidencia que a opção Legislativa foi atribuir à Polícia Civil o encargo de receber adolescentes apreendidos em flagrante pela prática de ato infracional. Assim, incumbiu aos “delegados de polícia de carreira” (art. 144, §4º, CF) a discricionariedade de avaliar juridicamente a gravidade do ato infracional, a conveniência de lavrar auto de apreensão ou substituí-lo por boletim de ocorrência circunstanciado e, inclusive, deliberar pela liberação imediata do jovem ou por seu encaminhamento ao Ministério Público (art. 174, ECA).”
E, mais adiante, a Magistrada ressalta:
“Tais incumbências, por serem próprias da polícia judiciária, tocam à Polícia Civil não por conveniência, mas por determinação constitucional.”
....
Finalmente, a nobre Julgadora arremata:
“Entretanto, ao passo que a disciplina constitucional e infraconstitucional das atribuições da polícia judiciária é clara, conclui-se que a autorização de fls. 63/67 suprimiu incumbências da autoridade policial a ela atribuídas por força de lei, fato que poderá vir em prejuízo do adolescente em conflito com a lei seja na aferição das suas condições, no momento da sua apreensão, seja no que tange aos trâmites necessários a viabilização do procedimento de apuração de ato infracional no que tange a diversas condutas em que imprescindível a elaboração de autos próprios, pericias e exames.”
....
Ressalte-se a importância desta decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo no sentido de consolidar entendimento que o exercício de atividade de Polícia Judiciária pela Polícia Militar constitui crime de usurpação de função pública.

Baixe os documentos:
Decisão Juiz São José do Rio Preto
Pedido de Reconsideração
Agravo de Instrumento Interposto pelo MP contra a decisão do Juiz
Concessão de Efeito Suspensivo Agravo de Instrumento

 
 
 
1
10/6/2021 -
Lançamento online da obra “Corrupção: sistemas jurídicos de combate”

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2
10/6/2021 -
Coleção Decifrada da Editora AlfaCon é escrita por Delegados de Polícia

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3
9/6/2021 -
Sindpesp em conjunto com a Adepol do Brasil e demais entidades representativas do funcionalismo público se unem em manifesto contra a PEC 32/2020

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

4
9/6/2021 -
Vitória do Sindpesp e de todas as mulheres policiais civis do estado de São Paulo

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

5
3/6/2021 -
O Sindpesp acompanha toda tramitação do Projeto do Novo Código de Processo Penal em Brasília e luta pelas funções constitucionais da Polícia Civil

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6
2/6/2021 -
O Sindpesp recomenda a obra Tratado Contemporâneo de Polícia Judiciária- vol. 3 escrito por Delegadas de Polícia, com prefácio de Raquel Gallinati

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

7
1/6/2021 -
Sindpesp encaminha Ofício, Defasômetro e Ranking Salarial à Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

8
1/6/2021 -
Sindpesp parabeniza a Delegada Nadine Tagliari eleita presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

9
27/5/2021 -
Presidente da Adepol do Brasil discursa na Audiência sobre a legitimidade da PCRJ na comunidade do Jacarezinho

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

10
27/5/2021 -
Sindpesp e ADPF alinham estratégias contra a PEC 32/2020

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11
26/5/2021 -
Raquel Gallinati e Judson Barros participam de Live sobre a trajetória de superação do delegado

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

12
26/5/2021 -
PL que institui o Programa de Proteção à Policial Civil Gestante, demanda proposta pelo Sindpesp, deve ser votado nesta quarta-feira (26)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

13
26/5/2021 -
OAB-SP promove Audiência Pública sobre PEC da reforma administrativa

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

14
26/5/2021 -
Alerta geral sobre a Reforma Administrativa aprovada na CCJ da Câmara dos Deputados

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

15
26/5/2021 -
FENADEPOL e SINDPF-SP homenageiam Raquel Gallinati pela posse na ADEPOL do Brasil

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

   
   
   
   



SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Avenida Ipiranga, 919 - Conj. 1707 - 17º Andar

11997107849 - Atendimento Administrativo
11974732873 - Atendimento Jurídico
11941268168 - Cadastro e Seguros

sindpesp@sindpesp.org.br | 11-3225-1170




   
     
  + VISITADAS nos últimos 60 dias  
   
     
  Sindpesp encaminha Ofício, Defasômetro e Ranking Salarial à Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  O Sindpesp acompanha toda tramitação do Projeto do Novo Código de Processo Penal em Brasília e luta pelas funções constitucionais da Polícia Civil  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  O Sindpesp recomenda a obra Tratado Contemporâneo de Polícia Judiciária- vol. 3 escrito por Delegadas de Polícia, com prefácio de Raquel Gallinati  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  Sindpesp parabeniza a Delegada Nadine Tagliari eleita presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  Programa a Voz da População - Raquel Gallinati fala sobre a realidade da Polícia Civil na Rádio Polícia  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  RecordTV - Na mira dos bandidos, policiais vivem rotina de insegurança  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////