SINDPESP &   fendepol

São Paulo: .hs
Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo.

"Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles” (Rui Barbosa)

Na manhã de hoje, a Presidente Raquel Gallinati, representando o SINDPESP, ADEPOL/BR e FENDEPOL, participou de reunião organizada pelo Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, para discutir a PEC 287/16. 

Participaram do encontro diversas Autoridades, como o Desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, o Juiz Silvio Hiroshi Oyama, Presidente do Tribunal de Justiça Militar de São Paulo, o Procurador José Antonio Franco da Silva, Subprocurador-Geral de Justiça de Políticas Administrativas e Institucionais do Ministério Público do Estado de São Paulo, bem como lideranças de aproximadamente trinta entidades de classe de diferentes categorias. Enfatizou-se a importância da união de todas as entidades no propósito de conscientizar a sociedade e a opinião pública, por meio das mídias sociais e da imprensa, sobre a propaganda falaciosa do governo de que a reforma da previdência é a única maneira de salvar a aposentadoria dos trabalhadores. Ao receber a palavra, a Presidente do SINDPESP ressaltou que os policiais civis seriam atingidos de forma ainda mais danosa, em face da baixa expectativa de vida que decorre da atividade de risco, inerente à função policial, e que as entidades que atuam em defesa das polícias civis de todo o Brasil não admitirão tratamento diferente daquele concedido aos militares, polícia militar e bombeiros. No início de fevereiro, a Presidente estará novamente em Brasília reunida com a ADEPOL do Brasil e FENDEPOL para acompanhamento da tramitação da PEC da Previdência.

 

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo vem à público manifestar apoio ao Delegado de Polícia do 1º Distrito Policial de Cabreúva, Doutor Felipe Augusto Salla, em face de caso recente veiculado na imprensa e em redes sociais.

O caso, ocorrido em 10 de janeiro de 2017, no município de Cabreúva, envolve indivíduos que trafegavam em um veículo na posse de drogas ilícitas e teriam desrespeitado ordem de parada policial em via pública, dada por guardas civis. Na fuga, os agentes municipais, aparentemente em cenário que não representava injusta agressão ou risco de morte ou lesão a eles próprios ou a terceiros, dispararam indevidamente  projéteis de arma de fogo contra o veículo dos suspeitos.

Filie-se ao SINDPESP

Raquel

Este é o primeiro passo para conquistar seus direitos, filie-se ao sindpesp e vamos somar forças em busca de melhores condições de trabalho, de respeito e de salários dignos.

Procure mais informações na sede do SINDPESP ou ligue (0xx11) 3337-4578.

Leia mais

Faça parte desta luta

Obrigado por acessar nosso site. Seja bem vindo para contribuir para uma polícia melhor.

Fale conosco

Sua participação é muito importante na conquista de nossos direitos e prerrogativas. .

Procure a diretoria

Mais uma vez, obrigado pela participação.

© 2017 sindpesp
Criado por jfc